Diário de Bordo

terça-feira, maio 20, 2008


0
Ontem, depois de passar o dia inteiro matutando em casa sobre que rumo tomar nessa minha inerte existência, descobri que dentro de mim existem algumas lacunas que precisam ser preenchidas, alguns sonhos a realizar, e muita coisa a se tornar diferente, aliás, como é dificil essa história de ser alguém novo e diferente, e crescer dentro desse complexo todo de respostas, dúvidas e incertezas é certamente um ato vitorioso.

Decidi que preciso parar de esconder certas coisas até de mim mesma e por consequência assumir outras dezenas... e seguir, andar, caminhar, e como diz o ditado jamais olhar pra trás.

E como minha segunda-feira foi o dia de catalogar as coisas que eu preciso começar a fazer, decidir enumerar aqui publicamente pra ver se assim eu cumpro minhas promessas...

. descobri que preciso escrever, seja pra mim, seja pra alguém, seja um e-mail qualquer ou uma carta de amor, viver é preciso, amar também, mas escrever pra mim é necessário, portanto, de hoje em diante pretendo levar esse blog mais a sério ;

. amadurecer, crescer, essas sinônimos todos para o ato de 'deixar de ser criança' também passarâo a fazer parte de mim, isso inclui ser menos tola, impulsiva, ignorante e tornar-me imparcial, gentil, educada, prestativa;

. acabei de descobrir que elogio faz bem, mas tem que ser de coração... e sim, eu vou também passar a elogiar pelo menos uma pessoa ao dia.

. decidi amar mais, a todos da minha família, independente dos defeitos, aos meus amigos, independente do momento e principalmente a mim mesma, independente dos meus erros e acertos;

. meu coração é enorme, cabe todo mundo e eu nem faço distribuição de senha, mas eu vou para de aceitar a presença de pessoas mais crianças e infantis que eu nele.

. quero levar a academia mais a sério;

. quero tentar fazer alguém feliz, o que não significa que eu irei conseguir e não pretendo me cobrar por isso;

. quero sair mais, descobrir mais, me divertir mais, mas quero conservar meus limites...

E por ultimo, aquele velho/novo antigo sonho... quero trabalhar menos, ganhar mais e ser feliz...

Aliás, fiz uma outra grande descoberta ontem... minha felicidade depende apenas de mim mesma, não é o máximo?

Boa semana...